Jogos e brinquedos tradicionais – Psicomotricidade.

This slideshow requires JavaScript.

Na pós graduação de Psicomotricidade há diversas dinâmicas que podemos aplicar no dia-a-dia na escola. Sábado (19) tivemos várias brincadeiras interessantes proporcionadas pela professora Anna Melo no curso da Unifai (SP).

A disciplina é Educação Psicomotora e além da teoria, que permeia todo o âmbito de Psicomotricidade na Educação Infantil, a professora faz questão de direcionar uma parte da aula para nós sairmos das carteiras e brincar no chão, sem restrições. Só por isso percebemos que poucos professores na atualidade exploram o chão como principal local de brincadeiras na EF infantil (parece bobeira da minha parte mencionar isso, mas a própria professora aponta esse fato nas turmas de professores. Alguns fazem cara feia quando ela pede para sentar no chão).

Ela trouxe brinquedos que costumávamos ter na infância e outros novos, que ocupam pouco espaço e com alto grau de interatividade. Das três fotos que tirei, podemos perceber pequenos quadrados feitos com tecidos, um jogo com cartas e peões.

Tecidos

Os tecidos são pequenos e podem ser adquiridos por baixos preços na Rua 25 de Março (SP). Geralmente esse tamanho de tecido é jogado fora pelas próprias lojas de confecções. Com uma quantidade razoável, é possível juntar dois tecidos, um em cima do outro, e costurar as bordas deixando o meio do tecido livre para colocar objetos dentro. Nesses tecidos da foto, a professora colocou uma pequena bolinha de plástico (como se fosse uma pequena pérola de bijuteria) e fez diferentes desenhos de costuras no meio do tecido para criar caminhos (labirintos) em que é necessário passar (direcionar) a bolinha. Neste caso, o aluno deverá utilizar os dedos para empurrar a bolinha pelas costuras do tecido, utilizando assim um controle motor – praxia fina. Podemos variar os movimentos trocando os dedos para empurrar a bolinha e também trocar as mãos, utilizando a mão dominante e em outras a não-dominante.

Cartas / Elástico de Cabelo / Sino

Nessa brincadeira utilizamos cartas com figuras de mãos desenhadas com esquematização de cores envolvendo os dedos da mão. A brincadeira é visualizar as cartas e depois colocar os elásticos de cabelo conforme o desenho das cartas. A primeira pessoa que colocar os elásticos deve tocar o sino e depois avaliar qual dos participantes acertou a sequência de elásticos nos dedos por cores e disponibilização. Essa brincadeira pode ser feita por mais de duas pessoas, só depende da quantidade de elásticos de cabelo disponíveis para utilização. Praxia fina.

Peão

O bom e velho Peão. Nenhuma especificidade sobre a brincadeira, apenas a constatação de que jogar peão (aquele em que utilizamos os dedos para girar) é uma brincadeira psicomotora de controle motor fino. É necessário que a criança utilize os polegares corretamente para girar o peão e mantê-lo o maior tempo em pé girando. As variações dependem da criatividade do professor, colocando novos desafios como deixar o peão girar em um local específico ou ver qual peão fica girando mais tempo. O legal é ter diferentes tipos de peões para que as crianças consigam sentir a diferença entre modelos e qual força deverá empregar para girar o objeto.

One thought on “Jogos e brinquedos tradicionais – Psicomotricidade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s