O engajamento das crianças na aula de #EducaçãoFísica através dos recursos tecnológicos (Placar Eletrônico). #BilingualPE

 

scoreboard

A tecnologia está presente também nas aulas de Educação Física, não podemos negar! Hoje presenciei o engajamento das crianças do Grade 2 numa simples abordagem de tecnologia que está acessível a qualquer pessoa que tiver um smartphone e um tablet: os aplicativos (Apps).

A aula era sobre handball e houve todas as variações possíveis e imagináveis para as crianças, mas o que realmente engajou as crianças para fazer as atividades no início da aula foi a abordagem tecnológica. Levei meu tablet com o aplicativo já instalado e expliquei o que iria mostrar placares eletrônicos de diferentes jogos e como poderíamos aplicar o placar em nosso jogo.

Apesar da aula ser de handball apenas, transitei por esportes como basketball, volleyball, hockey, soccer, track&field, tennis, rugby, swimming, badminton, polo, etc. Só a primeira parte da aula consegui a atenção de todos na teoria e poderia ter especificado regras de cada uma dessas modalidades, mas mantive o foco no handball.

scoreboard2

Como introdução ao assunto tecnológico, expliquei um pouco de como eram os placares das escolas brasileiras quando eu tinha a idade deles, há cerca de 25 anos atrás. Lembro que na minha escola o placar era de madeira e trocávamos os números ponto a ponto com placas de madeira. Adorávamos ser os ajudantes do placar (mais até que apitar os jogos). Essa parte foi muito interessante para eles refletirem de como era o antes e como é a atualidade.

Hawks X Tigers

Após a introdução do placar eletrônico, dividi a turma em duas equipes e propus que as crianças criassem uma característica própria para a equipe, assim como os clubes e times americanos costumam fazer. Dei a ideia de escolherem um animal que representasse o time deles através das características que eles mais gostassem, fazendo uma reflexão coletiva do que gostam mais em animais.

Um grupo escolheu um pássaro por poder voar e observar tudo por cima. Um verdadeiro time “caçador” com vista privilegiada (Hawks – Falcões). O outro grupo escolheu um felino, animal ágil na terra e que domina seu território (Tigers – Tigres).

Essa dinâmica de mistura de história (minha história pessoal sobre placares de madeira nos anos 90), a divisão de grupos e o engajamento das crianças na construção das características (a escolha de animais que demonstram os pontos fortes do grupo) e o entendimento da tecnologia em prol dos esportes (fluência digital – um dos pilares metodológicos da Escola Concept).

Toda essa experiência vivida em apenas 45 minutos de aula já me fez pensar em um projeto de longo prazo, podendo ser realizado durante todo o semestre e estendido pelo ano.

Empresa alemã eleva quadra poliesportiva ao próximo nível | German company takes sports court to the next level.

lightASB01

Explorar o Pinterest dá nisso – encontrar algo que pensávamos ser impossível no mundo esportivo. Essa quadra poliesportiva foi feita por uma empresa alemã e as marcações dos esportes são feitas através de um sistema de LED.

O LED foi instalado na parte inferior do piso e através de comando em uma tela touch-screen é possível escolher qual esporte praticar e delimitar as marcações da quadra. É possível fazer combinações de largura e distância da metragem da quadra, dividindo-a assim em duas quadras pequenas no mesmo espaço e, ainda é possível misturar mais de duas modalidades esportivas no mesmo espaço. Veja o sistema por baixo do piso:

lightASB05

A tecnologia está emergindo nos esportes de formação e esportes de rendimento. Essa quadra é o reflexo do que virá pela frente nas próximas décadas, trazendo o máximo de tecnologia nas estruturas dos ginásios. Se antes a tecnologia estava presente no teto retrátil ou no placar eletrônico, agora chegou a hora da tecnologia no piso.

lightASB04

No site designboom.com encontrei um texto sobre as especificações do sistema incorporado no ginásio (texto copiado e colado abaixo). Além do texto, há também o vídeo com as demonstrações de mudanças de marcações. Muito interessante!


‘LED illuminated glass sports flooring’ by ASB

Using LEDs for markings, german ASB systembau have developed the ‘ASB glassfloor’, a new type of glass surface that utilizes programmable lighting to create lines for indoor sports playing grounds, as well as video output with capabilities of rendering specific messages beneath the panels. with this, the system can be used for illuminating different courts at the touch of a switch, adapting to sports such as badminton, basketball, indoor soccer or hockey, and handball or volleyball.

Using a series of modifications with ceramic treatments to reach levels of elasticity and friction similar to traditional indoor courts, the surface technology provides enough bounce to make sure a ball responds the same way as it would on a wooden floor. combined with sensor technologies, digital markings can also provide reference to where a player’s foot stepped out of bounds, or where a ball landed.

Bilingual Education: The Power of Twitter.

twitterquote

A maior parte dos educadores brasileiros não estão acostumados em utilizar a redes sociais para pesquisa de novas fontes. Há algum tempo utilizo as redes sociais para divulgação dos meus serviços, desde a época que estava na área fitness. O Twitter foi em um determinado período o grande parceiro das mensagens rápidas para atualização de status no dia-a-dia.

Agora na educação, o Twitter voltou com força no meu dia-a-dia. Além do perfil pessoal, tenho o perfil profissional que comecei a alimentar nesta semana. Essa retomada na utilização da rede social é influência da minha diretora, que trabalhou por 5 anos em ensino médio nos EUA. Ela incorporou a essência dos educadores americanos e fez de seu perfil um diário de suas experiências educacionais.

Aprofundando nas pesquisas de perfis de educadores no Twitter, encontrei um novo universo: O de professores de EF americanos que tem seu perfil com conteúdo rico em artigos científicos, atividades, dicas, experiências, etc. Tudo o que um professor brasileiro precisa para integrar à comunidade de professores bilíngues.

Essa “quote” acima é de uma educadora famosa nos EUA, mas pouco conhecida no Brasil. Retuitar ela fez com que ela entrasse no meu perfil e tenho dado uma “passada” nos meus tuítes. É uma forma simples de compartilhamento de ideias de forma rápida e na palma da mão, derrubando as barreiras da distância que existe entre nós professores de todo o mundo.

Já imerso nessa velha-nova experiência, o Twitter terá parte importante no conteúdo dos workshops da Bilingual PE, aproximando ainda mais os professores e dando oportunidades para expressar o que talvez nunca tenha sido dito antes.

É a tecnologia em prol da Educação Física.

Prezi para apresentações do workshop #BilingualPE.

7477_en_getting_started_2

O próximo workshop da Bilingual PE terá uma novidade no quesito tecnologia. A apresentação será feita na plataforma Prezi, a evolução do pioneiro PowerPoint. Não é da Microsoft, mas é o futuro das apresentações de workshops, palestras, trabalhos, etc.

Como a ideia da Bilingual PE é trazer a tecnologia para administrar plannings e assessments, nada melhor que investir em tecnologia. Adquiri um tablet para melhor desenvolvimento da apresentação, desvinculando o notebook para os slides e introduzindo definitivamente os recursos tecnológicos na Bilingual PE.

O Prezi foi uma descoberta através de uma consultora canadense em um curso que fiz no início do ano. Não tão descoberta assim porque já é bastante utilizado, mas para quem não trabalha com apresentações diariamente não deixa de ser uma descoberta. Fiquei impressionado com os recursos do programa online. Faço questão de mostrar o que há de melhor na internet dentro das minhas apresentações.

Com uma tv smart, consigo fazer a apresentação no tablet não utilizando cabos. É a modernidade em prol dos profissionais que querem mostrar seu trabalho com o máximo de tecnologia possível.

Lá na Prime Garden vamos fazer nosso primeiro teste.

Planning e Assessment na nuvem

A Educação Física finalmente atingiu um patamar de tecnologia que já vem sendo utilizado por outros ramos de trabalho há tempos. Eu tentei defender os serviços dizendo que não havia muito espaço para a tecnologia no desenvolvimento de plannings e assessments, mas chegamos à um ponto em que os papeis se tornaram inúteis no arquivo de materiais. Hoje implementei os serviços como Google Docs, Slides, Planilhas, Prezi, entre outros, e posso afirmar que tudo facilitou no desenvolvimento dos meus serviços.

Hoje tenho na palma da minha mão os meus serviços e ferramentas para tudo, basta ter feito upload nas nuvens e aceitar o tablet como ferramenta indispensável.

Esse é um novo tópico do próximo workshop: Professor de EF e Tecnologia.

Chat online na página da Bilingual PE.

chatbilingualpe

Fala pessoal, tudo bem? Mais uma novidade dos nossos meios de comunicação, agora no site da bilingualpe.com. Acabei de colocar o chat no site para conversar online, esclarecer dúvidas e receber solicitação de serviços.

Esse chat já existe no aplicativo da Bilingual PE, então resolvi colocá-lo no site para quem prefere usar um desktop ao invés de smartphone para conversar comigo diretamente.

Ficarei online durante a semana nos intervalos das minhas aulas, e caso não esteja online, deixe um recado que ele ficará gravado no servidor e eu receberei assim que ficar online novamente.

Qualquer dúvida, sabem como me achar! Abs.