Workshop na Beit Yaacov Escola.

 

Ontem dia 12 de novembro (domingo) fizemos o 3° workshop da Bilingual PE na Beit Yaacov Escola (SP). Foi um imenso prazer realizar nosso workshop com profissionais de diferentes áreas da Educação Física Bilíngue.

Tivemos duas novidades nos módulos teórico e prático. No teórico tivemos uma abordagem específica sobre músicas para Educação Física Bilíngue no ensino infantil, buscando na internet novos vídeos para compartilhar entre os professores que usam o YouTube como ferramenta de trabalho. A professora Maíra Jardim, da Aubrick, buscou novas referências para o dia-a-dia.

No módulo prático, a novidade foi o Frisbee. O professor da casa Victor Maielo trouxe o Frisbee para praticarmos e nos surpreendemos com a diversidade de modalidades que o Frisbee tem.

Foi um dia especial, com um suporte da coordenação e direção da Beit Yaacov invejável. Todos foram muito atenciosos e acreditaram em nosso workshop e na EF bilíngue.

Dá uma olhada no vídeo da nossa última  brincadeira do dia, o paraquedas.

Programas bilíngues / Programas de Educação Física bilíngue.

522737859

O mercado educacional bilíngue cresce não apenas com cada nova escola que abre as portas, mas há ainda um ramo pouco conhecido da grande massa de educadores e empreendedores que querem investir na educação no Brasil: Os Programas Bilíngues para desenvolvimento da cultura do bilinguismo.

Há empresas especializadas no desenvolvimento de programas bilíngues para serem implementados nas escolas que estão migrando para o ensino bilíngue ou adicionando esse novo serviço dentro de uma escola já tradicional. A ascensão das escolas bilíngues no Brasil gera novos empregos e, consequentemente, novos ramos do empreendedorismo.

Coordenadores pedagógicos, diretores de escolas e professores se tornam consultores em empresas como a EBI – Escolas Bilíngues Internacionais e American Academy, que junto com empreendedores que acreditam que a educação bilíngue é hoje um mercado amplo e pouco explorado no Brasil. A educação bilíngue “engatinha” no Brasil, como temos comentado em nossos workshops, e atender às necessidades do mercado é o papel das consultorias educacionais.

Programas são trazidos de fora ou são baseados em programas de sucesso dos EUA e Reino Unido. Há uma base sólida na educação bilíngue criada com parcerias de “peso” de grandes empresas, com metodologias próprias, assessoria pedagógica, certificação internacional e material didático. Tudo o que uma escola quer oferecer para um pai que busca o melhor para seus filhos. É um grande passo para a internacionalização do indivíduo.

Programa de Educação Física bilíngue

Os programas bilíngues existem e são excelentes, mas ainda falta o programa de Educação Física para as escolas bilíngues. Não há uma base sólida no Brasil que desenvolva os programas esportivos com base no bilinguismo. É uma necessidade do mercado de escolas bilíngues ter professores de EF que ministrem aulas em mais de um idioma.

Em nossos workshops esse assunto já se tornou um dos temas principais – o da carência de professores de EF bilíngues. O grande problema na constante busca da implementação do bilinguismo no Brasil é ter um programa bilíngue de imersão dentro da sala de aula e também nos programas extracurriculares da mesma instituição.

Quer saber mais sobre isso?

Temos o nosso próprio programa de EF bilíngue. A consultoria educacional transcendeu as paredes das salas de aula e chegou às estruturas esportivas das grandes escolas brasileiras. É preocupação hoje dos pais manterem o ambiente do bilinguismo full time, e os esportes é parte fundamental para o sucesso de um programa bilíngue.

Há alguns meses tenho apresentado alguns modelos de programas bilíngues voltado para o esporte e a aceitação tem sido satisfatória. Hoje em dia há uma preocupação com as atividades extras dentro das escolas. Proprietários de escolas voltaram seus olhos para a excelência na educação e consideram a área esportiva peça chave para captação de novos clientes que procuram a melhor educação para seus filhos.

Sabemos disso porque os workshops tem surtido efeito não apenas para os professores que vão aprender mais sobre práticas esportivas e estratégias de planejamentos, desenvolvimento de aulas e avaliação, mas atinge também diretores e coordenadores que querem novos programas dentro do currículo de sua escola.

Venha assistir um workshop nosso em alguma grande escola da cidade de São Paulo. É o primeiro passo para entender os novos programas que a Educação Física moderna propõe para o mercado educacional.

Contato: felippe@bilingualpe.com

“Lay Down” x “Lie Down”.

layversuslie

Uma dúvida na vida do professor de educação bilíngue é: Quando usar “Lay Down” ou “Lie Down”?

A explicação acima é simples e direta. Você usa “Lay Down” quando vai colocar algo no chão, e usa “Lie Down” quando o comando é deitar-se no chão. Estava pensando em fazer essa postagem porque há algum tempo tenho percebido a reação de algumas pessoas que acompanham a minha aula e fazem “cara de interrogação” quando dou o comando “Lie Down” na hora de pedir para as crianças deitarem no chão. Já escutei de muitas pessoas apontando essa expressão como um erro gramatical, mas na verdade não é – pelo contrário.

Aprendi com uma coordenadora em uma escola em que trabalhei e desde então me policio para falar corretamente. Lembro que quando escutei as expressões achei estranho, assim  como todos os outros professores. Costumava falar “Lay Down” para deitar-se. O que não é difícil de escutar entre nativos americanos, sendo que é um erro “aceitável” entre eles.

Bem, não vou discursar sobre gramática do inglês, até porque eu não sou referência, mas essas expressões creio que pude ajudar para melhorar nosso vocabulário e otimizar nossa comunicação em inglês.

Estagiário(a) e Assistente de Esportes: Trabalho em equipe nas aulas de Educação Física.

Post recomendado para assistentes e estagiários de Educação Física.

Uma das coisas que nós professores mais temos trabalho é orientar corretamente o(a) auxiliar ou estagiário(a) de sala de aula ou de Educação Física. Geralmente ambos chegam na escola com pouca experiência, ou nenhuma, assim como fomos no começo da nossa carreira, então orientá-los de forma clara e objetiva é o primeiro passo.

A principal preocupação

Sempre serão as crianças, nunca o adulto. Uma vez dentro da quadra de esportes o importante é o bem estar das crianças, estejam elas fazendo as brincadeiras conforme as instruções ou apenas presentes no local. É normal ver assistentes relaxando no momento do “PE”, o que é uma falha grave. As aulas de Educação Física exigem muita atenção pelo alto índice de lesões. A atenção deve ser redobrada.

Tudo que o professor não precisa nesta hora é ter que chamar a atenção de assistentes, além claro, das crianças.

Pró-atividade

Nunca confunda pró-atividade com insubordinação. Há 2 anos atrás em um colégio que trabalhei e um estagiário não conseguia apenas escutar as minhas instruções e auxiliar nas atividades. Ele repetia exatamente o que eu tinha acabado de dizer para que o último comando fosse dele. Cheguei a pensar que ele tinha alguma questão mal resolvida comigo, mas percebi posteriormente que era apenas falta de bom senso no quesito pró-atividade.

Fique atento à suas ações enquanto um(a) professor(a) lidera a aula e faça apenas o que o(a) professor(a) pedir no momento ou algo que você saiba que o(a) professor(a) aprove como atitude.

Compromisso com horários e datas, assim como atividades pré-definidas

Desde cedo é importante criar o hábito de cumprir com suas responsabilidades. Chegar no horário da aula é imprescindível para o melhor desenvolvimento das atividades. É importante frisar que uma aula não se inicia no horário pré-determinado, mas sim nos minutos que antecedem a aula para o planejamento e organização de materiais.

Comprometimento com os horários da escola é determinante para que o professor e o coordenador enxergue o assistente/estagiário(a) como parte fundamental da equipe de esportes. O compromisso com a equipe é o primeiro passo para firmar-se na instituição e ser promovido na primeira oportunidade.

#Joomag: Revista #BilingualPE em Janeiro.

templates1

Em janeiro publicaremos online nossa primeira revista. Ela se chama BilingualPE Magazine e terá abordagem conforme o próprio nome diz: Educação Física Bilíngue. A ideia surgiu de algumas reportagens específicas que estive lendo há alguns dias atrás e achei interessante ter uma revista online para convidar professores e visitar escolas que queiram falar um pouco da Educação Física Bilíngue.

A revista é uma nova ferramenta para divulgar o trabalho dos professores de Educação Física e divulgar também as estruturas esportivas das escolas. Com os workshops realizados nas escolas, faremos ainda uma reportagem sobre a escola sede do workshop e publicaremos na edição seguinte. As edições serão trimestrais.

Convidados:

Faremos o convite para professores, coordenadores e diretores para uma entrevista a cada edição da revista. Muitos professores conhecem outros professores através de redes sociais e livros, mas não pessoalmente. Particularmente tenho muito interesse em bater-papo ou ler sobre professores que são referência no mercado de escolas bilíngues no Brasil, mas não há um blog ou site que tenha entrevistas dos próprios. Pensando nisso, criar a revista online é uma forma de trazer esses profissionais à tona.

Escolhi a plataforma Joomag que já é conhecida no mundo inteiro como a principal ferramenta de edição de revistas online para amadores e profissionais. Lá fica fácil de editar através das próprias ferramentas e depois publicá-las. Será uma grande experiência como profissional de EF conhecer pessoas e escolas por São Paulo e, quem sabe, pelo Brasil.

Bounce. #WordOfTheWeek

bounce

A palavra da semana é Bounce, que significa “Quicar” ou “Saltar”. Há algumas formas de utilizar esse vocabulário, como “Bounce the ball on the floor” ou até mesmo “My kids love to bounce on the trampoline”. Nos dois exemplos acima a palavra é a mesma, porém, o significado muda quando nos atentamos ao movimento a ser executado. O primeiro é quicar a bola no chão, o segundo é saltar no trampolim. Depende do contexto que a palavra for utilizada.

Essa sugestão foi dada pelo professor Tattá, amigo e colaborador dos workshops da Bilingual PE. Tinha dito para o Tattá me dar algumas sugestões de palavras que utilizamos na EF bilíngue e, por incrível que pareça, tenho uma história com esse vocabulário.

Logo no início da carreira como professor de EF em escola bilíngue, na Global Me (SP), tive o contato assíduo com o inglês (idioma) e em uma das minhas apresentações de final de ano foi uma aula aberta de esportes com bola. A instrução era quicar a bola de basquete no chão. Lembro que não sabia como falar isso corretamente, então ficava “rodeando” no vocabulário para evitar falar uma palavra errada ou até mesmo uma inexistente. A dona da escola estava perto de mim e percebeu minhas escapadas no vocabulário, e de forma sutil chegou perto de mim e disse a frase que salvou minha apresentação: “A palavra que você quer dizer é “BOUNCE”.

Nunca mais esqueci!

Prezi para apresentações do workshop #BilingualPE.

7477_en_getting_started_2

O próximo workshop da Bilingual PE terá uma novidade no quesito tecnologia. A apresentação será feita na plataforma Prezi, a evolução do pioneiro PowerPoint. Não é da Microsoft, mas é o futuro das apresentações de workshops, palestras, trabalhos, etc.

Como a ideia da Bilingual PE é trazer a tecnologia para administrar plannings e assessments, nada melhor que investir em tecnologia. Adquiri um tablet para melhor desenvolvimento da apresentação, desvinculando o notebook para os slides e introduzindo definitivamente os recursos tecnológicos na Bilingual PE.

O Prezi foi uma descoberta através de uma consultora canadense em um curso que fiz no início do ano. Não tão descoberta assim porque já é bastante utilizado, mas para quem não trabalha com apresentações diariamente não deixa de ser uma descoberta. Fiquei impressionado com os recursos do programa online. Faço questão de mostrar o que há de melhor na internet dentro das minhas apresentações.

Com uma tv smart, consigo fazer a apresentação no tablet não utilizando cabos. É a modernidade em prol dos profissionais que querem mostrar seu trabalho com o máximo de tecnologia possível.

Lá na Prime Garden vamos fazer nosso primeiro teste.

Planning e Assessment na nuvem

A Educação Física finalmente atingiu um patamar de tecnologia que já vem sendo utilizado por outros ramos de trabalho há tempos. Eu tentei defender os serviços dizendo que não havia muito espaço para a tecnologia no desenvolvimento de plannings e assessments, mas chegamos à um ponto em que os papeis se tornaram inúteis no arquivo de materiais. Hoje implementei os serviços como Google Docs, Slides, Planilhas, Prezi, entre outros, e posso afirmar que tudo facilitou no desenvolvimento dos meus serviços.

Hoje tenho na palma da minha mão os meus serviços e ferramentas para tudo, basta ter feito upload nas nuvens e aceitar o tablet como ferramenta indispensável.

Esse é um novo tópico do próximo workshop: Professor de EF e Tecnologia.

De Spelles: A Educação Física simples e sofisticada.

NS9xAcsmxuQk-YZ-

De Spelles é um site holandês do professor Matthijs Jansen. De Spelles significa Eles soletram! (tradução Google Translate) e é um projeto sofisticado de Educação Física onde as atividades são realizadas com o mínimo de materiais e o máximo de exploração corporal. Digamos que é um estilo “Old School” que voltou à moda.

Pouco aplicado nas escolas brasileiras, mas muito fácil de seguir a linha. Tenho feito muitas aulas no estilo “freestyle” e logo quando descobri esse site e seus vídeos, fiz questão de implementar nas minhas aulas.

O estilo de aula da De Spelles é uma tendência. É a inovação da Educação Física Escolar!

Visite o site e veja os vídeos. Compartilhei alguns no Facebook da Bilingual PE também.

http://despelles.nl

Nova data para o Workshop Bilingual PE. #PrimeGarden dia 28/Out.

BannerPrimeGarden.jpg

Mais uma data disponível agora para inscrições gratuitas. No dia 28/10 será na Prime Garden Escola Bilíngue, no bairro do Paraíso (SP).

Mantendo a mesma organização do evento que acontecerá no dia 12/11 na Beit Yaacov, as inscrições deverão ser feitas diretamente no site da bilingualpe.com. Há no formulário agora a opção “Prime Garden” que deverá ser preenchida com nome completo, email e fone para cadastro em nosso banco de dados.

O preenchimento das vagas será informado no próprio site com a descrição “SOLD OUT”. Assim que preenchidas as vagas o participante receberá um email com confirmação na participação do evento.

Corre lá galera! Vagas limitadas!

Chat online na página da Bilingual PE.

chatbilingualpe

Fala pessoal, tudo bem? Mais uma novidade dos nossos meios de comunicação, agora no site da bilingualpe.com. Acabei de colocar o chat no site para conversar online, esclarecer dúvidas e receber solicitação de serviços.

Esse chat já existe no aplicativo da Bilingual PE, então resolvi colocá-lo no site para quem prefere usar um desktop ao invés de smartphone para conversar comigo diretamente.

Ficarei online durante a semana nos intervalos das minhas aulas, e caso não esteja online, deixe um recado que ele ficará gravado no servidor e eu receberei assim que ficar online novamente.

Qualquer dúvida, sabem como me achar! Abs.